Foto de baleia e filhote cercados por mergulhadores vence concurso da National Geographic

Uma foto de mergulhadores nadando com uma baleia-jubarte e seu filhote ganhou o grande prêmio do concurso de fotos de viagem da National Geographic. A foto vencedora, de Anuar Patjane Floriuk, foi tirada perto de Roca Partida, uma ilha na costa oeste do México, e superou mais de 17 mil inscritas.

Faisal Azim, de Chittagong, em Bangladesh, ficou em segundo com seu registro de três homens que trabalham na exploração de cascalho olhando através de uma janela suja de areia e poeira em seu local de trabalho.
A terceira colocada, “Camel Ardah”, de Ahmed Al Toqi, de Muscat, Omã, captura um forte momento durante uma tradicional corrida de camelo.
Sete prêmios por mérito também foram concedidos. Um deles foi para esta foto de Sarah Wouters, de dois meninos tentando pegar um pato em um riacho na província de Nong Khai, na Tailândia.
A seleção dos vencedores incluiu duas rodadas de avaliação baseadas em criatividade e qualidade fotográfica. Uma sauna a 2.800 metros de altura nos Alpes italianos foi retratada por Stefano Zardini.
"Na noite anterior à foto, tentamos de toda forma fazer uma boa imagem do rinoceronte branco, que está ameaçado", diz o fotógrafo Stefane Berube. "Esquivar-se pela grama cuidadosamente e tentar ficar longe para ficar seguro não rendeu a foto que eu esperava. Pela manhã, porém, acordei com os três rinocerontes pastando na minha frente."
A foto de Alain Schroeder mostra o Kushti, forma tradicional de luta livre da Índia. "No fim de um treino, os lutadores descansam apoiados nas paredes da arena, cobrindo suas cabeças e seu corpo com terra para absorver o suor e evitar resfriados. Essa cerimônia de relaxamento é acompanhada de massagens para relaxar músculos cansados e demonstrar respeito mútuo."
Outro vencedor por mérito foi Eduard Gutescu pela sua foto de geada no vilarejo de Pestera, chamada "Romania, Land of Fairy Tales".
"Uma noite antes de voltar para Windhoek, na Namíbia, passamos horas em Deadveli", diz a fotógrafa Beth McCarley. "A lua estava brilhando o suficiente para iluminar as dunas à distância, mas o céu estava escuro o suficiente para que pudéssemos ver claramente a Via Láctea e as Nuvens de Magalhães."
A foto de Bartłomiej Jurecki foca na produção de feno na Polônia, onde muitas pessoas ainda usam foice e forcado para separar o feno.
Via Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: