Crianças pintam as ruas no Curdistão iraquiano

Crianças deslocadas pelo conflito no Iraque estão se expressando por meio de pinturas nas ruas, como parte de um projeto financiado pelo Comitê Europeu de Ajuda Humanitária e Proteção Civil (Echo, na sigla em inglês) e a Unicef. "Painting Outside the Lines", organizado pela organização AptArt e pela agência Acted, revela as esperanças para o futuro de jovens artistas, apesar das adversidades que eles encontram.
Estima-se que metade refugiados da Síria sejam crianças. Muitas delas vivem em péssimas confições, com acesso limitado a escolas - ou sem ir à escola.
Sem educação, elas põem em risco seu futuro - e o futuro do país delas. Esse muro em campo de refugiados em Darakshan, em Irbil, diz "Conhecimento é luz."
A educação é um tema comum em muitas das pinturas. Nesse muro, uma das frases diz: "Educação é o futuro."
Grupos étnicos que normalmente não viveriam na mesma comunidade agora moram lado a lado. "Paz", diz a mensagem acima.
Crianças pintam tijolos desse prédio com várias cores. Nos desenhos, há mesquitas e igrejas, representando os muçulmanos e cristãos que vivem juntos.
"Eu sinto falta das árvores e das coisas verdes", diz Sidra ao pintar flores no campo de refugiados onde vive, em Darashakran.
A guerra civil da Síria não dá sinais de que esteja perto do fim, mas as crianças não perdem as esperanças. Nessa parede, lê-se "A esperança dá asas pra humanidade".
Via Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: