Mostra reúne imagens lendárias de ícones das artes nos anos 60

Do icônico músico indiano Ravi Shankar à cítara a Duke Ellington em turnê tocando na catedral de Coventry; da lendária dupla Margot Fonteyn e Rudolph Nureyev, que encantava plateias no Royal Ballet, ao músico de jazz Louis Armstrong. A movimentada cena britânica dos anos 1960 compõe o eixo de uma nova exposição de imagens do fotógrafo David Farrell em cartaz em Londres. A mostra inclui imagens de muitos dos modelos mais famosos de Farrell, incluindo o ator Laurence Olivier, o escultor Henry Moore, e ninguém menos que os jovens das duas bandas mais famosas da ilha: os Beatles e os Rolling Stones. Nascido em Londres, Farrell estudou na faculdade de Dulwich e, mais tarde, na Royal Academy of Music. Alimentou ambições de se tornar um violinista solo até por volta de 1946, quando virou a mão para a fotografia. Conhecido por fotografar alguns dos maiores nomes da música e da arte do século 20, o britânico retratou inúmeros músicos e artistas famosos nas décadas de 1960 e 1970. Muitas vezes, como no caso dos Beatles, em 1962, e dos Rolling Stones, em 1963, em suas primeiras aparições na televisão. Na foto:
Cantora galesa Shirley Bassey, retratada em Cardiff, em 1961. (Todas as fotos: David Farrell / Cortesia da Galeria de Osborne Samuel)
Ao longo dos 30 anos seguintes, Farrell fez inúmeros retratos de músicos e artistas famosos em suas primeiras aparições na televisão - como os Beatles, surgidos na telinha em 1962.
Louis Armstrong
Duke Ellington é retratado ao piano na catedral de Coventry, 1968.
Em 1955, Farrell recebeu sua primeira missão ‘musical’: fotografar os maestros Yehudi Menuhin e Thomas Beecham no Festival de Bath. Nesta foto, Menuhin é retratado com o bailarino Rudolf Nureyev em 1964.
Aqui, os Rolling Stones durante uma aparição em 1963. No final das décadas de 1960 e 1970, Farrell se voltou para o teatro e para o cinema, e passou a trabalhar ao lado de muitos diretores, como Michael Winner e Ken Loach.
Nascido em Londres, Farrell estudou na faculdade de Dulwich e, mais tarde, na Royal Academy of Music. Por volta de 1946, abandonou o violino para se dedicar à fotografia. Nesta foto, Ravi Shankar, por volta de 1967.
Da BBC Brasil
Via Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: