Fotógrafo usa tintas e solventes para 'recriar' galáxias e nebulosas

Chris Peun, fotógrafo britânico de natureza morta, é mais conhecido por seu trabalho comercial e de moda. Mas seu projeto mais recente consiste na exploração de "galáxias" escondidas em químicos encontrados em casa. (Laranja Turquesa/Chris Peun)
Peun se inspirou durante uma viagem ao Museu de História Natural de Nova York, em especial ao planetário Hayden, que abriga surpreendentes visualizações do Universo. (Queimadura laranja de nebulosa/Chris Peun)
"Além de outras imagens do espaço, havia uma foto gigante da Nebulosa de Águia, que achei de tirar o fôlego", diz ele. (Preto Vermelho Rosa/Chris Peun)
"No projeto, essencialmente eu queria ver se conseguia recriar as formas orgânicas ou aleatórias", diz Peun. (Amarelo Púrpura/Chris Peun)
"As imagens foram criadas com uma variedade de coisas, mas sobretudo tintas acrílicas e solventes", prossegue o fotógrafo. (Verde Rosa/Chris Peun)
Mais do trabalho de Peun pode ser visto em seu site: www.chrispeun.com. (Amarelo Laranja/Chris Peun)
O resultado dos experimentos de Peun é uma série de imagens intrigantes que capturam a essência do espaço interestelar e as nuvens reluzentes de hidrogênio ionizado e pó onde nascem as estrelas. (Rachadura de Nebulosa/Chris Peun)
A Nebulosa de Águia é tema da famosa foto do telescópio Hubble 'Pilares da Criação' (foto acima), que mostra parte onde as estrelas são formadas. O pilar mais alto tem cerca de 4 anos-luz de comprimento. (Nebulosa de Águia/ Nasa)
Via Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: