Imagens impressionantes dod caubóis modernos do México

A imponente imagem do cume desta montanha no norte do México, habitada pelos caubóis "da Cruz del Diablo" - que, durante vários meses, se permitiram fotografar pelo fotógrafo porto-riquenho Werner Segarra.
Os caubóis da "Cruz del Diablo" levam seu gado pela montanha, em jornadas que podem durar vários meses. A maioria deles vive no povoado de Huásabas. "A princípio eu não queria ir, mas foram os dias mais emocionantes da minha vida", afirmou o fotógrafo.
Em 1983, quando morava no Arizona (EUA), ele visitou a região de Huásabas pela primeira vez e ficou impressionado com a vida do povoado, ao norte do México. Prometeu voltar para realizar o projeto fotográfico.
O fotógrafo conta que as famílias de Huásabas abriram-lhe as portas de suas casas, permitindo o registro da vida cotidiana. "Isso aconteceu porque eu consegui ganhar sua confiança ao longo dos anos", diz ele. Acima, María Ramírez Montoya reza em recordação a seus parentes mortos.
“Conheço esta gente. Vivi em suas casas. As fotografias mostram os detalhes, o passado e o presente”, relata Segarra sobre seu período com os caubóis.
"A vida dos caubóis sempre me chamou atenção. Lí muitos livros de Velho Oeste enquanto morava na Alemanha. (Durante o projeto), percebi que as coisas eram diferentes (da ficção), mas igualmente fascinantes", opinou Segarra. Acima, um grupo musical alegra uma jornada de descanso em Huásabas.
As mulheres caubóis também se deixaram fotografar por Segarra. Menos numerosas que os vaqueiros homens, elas cumprem com a mesma eficiência o trabalho de transportar gado pelas montanhas.
"Quando fui, me sentia como uma estrela de rock, sem nenhuma responsabilidade. Mas ao vê-los trabalhar tão duro, sem se queixar, algo mudou. Eles trabalham muito, desde cedo, e fizeram de mim um bom trabalhador."
Da BBC Brasil
Via Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: