A beleza das cavernas geladas do lago mais profundo do mundo

O fotógrafo russo Andrey Nekrasov fotografou as formações geladas de cavernas nas margems do Lago Baikal, no sul da Sibéria, na Rússia.
Estalactites e estalagmites têm se formado com o gotejamento dentro das cavernas de água da chuva e neve derretida.
Situado no grande deserto da Sibéria, Baikal é o lago mais profundo do mundo, com 640 quilômetros de comprimento, e 1.6 quilômetros de profundidade. Durante cinco meses do ano o lago é selado por uma camada de gelo com um metro de espessura.
Gelo sazonal é formado em locais onde a temperatura do ar durante o verão fica acima de 0°C.
Apesar das condições adversas, existe vida em Baikal; 80% das espécies encontradas ali não existem em nenhum outro lugar do mundo. Mergulhadores são atraídos para o local. Foi durante uma viagem que Nekrasov fotografou a estranha beleza do gelo na ilha Olkhon.
Com temperaturas abaixo de zero, o local foi fotografado depois que Nekrasov e seus amigos viram as cavernas durante um mergulho sob o gelo próximo da margem.
Bancos de neve foram formados após as tempestades de inverno, preenchendo as cavidades próximas das entradas da caverna, fazendo com que as temperaturas lá dentro ficasse mais baixa.
Nekrasov achou as formas e estruturas originais impressionantes. "Estou surpreso com o poder e a beleza da natureza."
Fotos: Andrey Nekrasov/ BBC
Via Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: