Trabalhador deita em algodão em estação de compra de algodão na cidade de Wuhu, na China

Foto: Reuters

Comentários